Descubra por que inovação, criatividade e surrealismo andam juntos – Parte 2/2

Ontem publicamos um artigo que veio como introdução, mencionando aplicações bem bacanas e que unem criatividade, surrealismo e inovação no cinema,  na música, na propaganda e na fotografia.

Tipo aquela “entradinha” que o garçom traz mais rápido que o cardápio. Foi o aperitivo antes do prato principal.

08-giphy

E, como prometido, continuamos nessa saga, agora indo mais a fundo no campo da arte e da inovação.

A Galeria Interpretativa de Magritte

René Magritte é belga. Gostaria de frisar isso antes que você ache que estes artigos são pura admiração aos franceses.

09-giphy

Obrigado, continuemos.

Um dos principais artistas surrealistas e famoso por criações como “O Filho do Homem”, Magritte tem algumas de suas obras em uma exposição interativa no Museu de Arte Moderno de São Francisco (SFMOMA), exposição esta que vai até o dia 28 de Outubro. “O Filho do Homem” é essa obra aqui abaixo, com certeza você já deve ter visto…

10 rene-magritte-son-of-man

Encomendada pelo próprio museu à agência Frog Design, esta atração mostra a perfeita sintonia entre o surrealismo e a tecnologia, onde os visitantes interagem com interpretações digitais de alguns dos trabalhos de Magritte por meio da Realidade Aumentada. Uma interação que dispensa o uso de smartphones e fones de ouvido e, que aliás, reside nessa sacada uma das premissas da exposição. De acordo com Oonie Chase, Diretor Executivo de Criação na Frog, a agência projetou essa exposição de uma forma que dificultasse de as pessoas tirarem selfie, priorizando assim os principais temas abordados por Magritte, tais como: a identidade, a reflexão e a ofuscação.

O que torna essa experiência possível é o uso de câmeras avançadas de detecção e profundidade, junto à tecnologia de rastreamento de movimento. Como você pode conferir nesse vídeo.

“O tema abrangente e a maneira pela qual fomos guiados, foi apenas para tornar essa tecnologia o mais invisível possível.”

Charles Yust, especialista em design na Frog Design.

Desta forma, é essencial que museus e artistas incorporem a tecnologia de AR e VR para além da própria tecnologia, criando algo novo e único, e não apenas uma réplica digital e virtual. Pois como afirma Chad Coerver, Diretor de Conteúdo da SFMOMA:

“Mas ainda mais interessante, sua arte (Magritte) pressagia as profundas questões filosóficas levantadas pela VR, AR e tecnologias avançadas de geração de imagens. Onde a realidade termina e a imaginação começa?”

Zeppa Tudisco

“Tudo isso me faz pensar que inovar é aquilo que pode fazer o universo e você melhores.”

E já que estamos falando de surrealismo e da reflexão que ele provoca, temos uma referência bem próxima. Zeppa deu uma entrevista ao Raul Otuzi recentemente aqui no A_Bsurda e ele desenvolve um trabalho interessantíssimo que é a exposição “Visão Reflexiva”.

Zeppa Crucifixo

É uma obra com plataformas reflexivas. Se por um lado temos aquilo que podemos tocar, pelo outro temos o intocável, e aí é criado um grande espaço para a imaginação e a percepção de sentimentos. Zeppa é um artista multitalentoso, vale a pena conferir.

coração partido

Quando o Surrealismo encontra a IA

Você deve estar pensando… Que tipo de doideira vai vir agora?

11-giphy

Trata-se de um applet online construído pelo pesquisador Cristóbal Valenzuela. Se você é que nem eu e não faz a menor ideia do que é um “applet online”, aqui vai a definição: é um aplicativo ou programa com funções limitadas usado em um navegador da web.

Ele usa um algoritmo de aprendizagem de máquina chamado AttnGAN (Attentional Generative Adversarial Network, ou “Rede Adversarial Geradora de Atenção”, em tradução livre). Não é que ele é um programa para criar imagens surrealistas, mas é o resultado que ele gera (e isso é fenomenal!!), já que seu objetivo é o de aprimorar outras IAs de texto para imagem, refinando imagens no nível de palavras. Veja o exemplo abaixo:

12 politicos

A aprendizagem de máquina é um método que pesquisadores realizam para treinar algoritmos com grandes conjuntos de dados, permitindo que eles possam resolver, por si só, problemas complexos do tipo: “essa imagem é de que?”. Assim sendo, esses algoritmos podem fazer o processo inverso que é criar imagens a partir de palavras. A grande sacada aqui é que ao invés do programa formar a imagem usando sequências inteiras (como outras programas mais antigos faziam e não alcançaram bons resultados) este processo cria uma imagem geral, mas que é refinada a partir de subpartes da sentença que ela precisa criar. E aí a combinação gera como resultado uma imagem que não existe (por enquanto).

13 Palmeiras

Os pesquisadores treinaram a rede com o conjunto de dados COCO, ou Common Objects in Context (Objetos Comuns Contextualizados, em tradução livre) – ele é uma boa fonte de referências para imagens de objetos comuns, como: sinais de pare, animais, etc.

De acordo com a primeira autora do estudo, a pós-graduada Tao Xu, da Universidade de Lehigh, apesar dos recentes avanços em deep learning (um subconjunto de machine learning, que se enquadra no campo da inteligência artificial) as máquinas ainda não conseguem entender verdadeiramente o mundo visual, afinal além de reconhecer imagens, elas também deveriam conseguir criá-las.

Para quem quiser conferir, o applet online, basta clicar aqui.

Surrealismo + Criatividade + Inovação

Essa combinação é uma reação em cadeia.

Surrealismo que alimenta Criatividade que alimenta Inovação.

A Inovação alimenta a Criatividade que alimenta o Surrealismo.

Todas as faces dessa geometria ganham em um jogo onde as respostas fáceis não são exatamente as melhores. Mais do que combinar ideias, é preciso entender uma forma criativa e inteligente de implementá-las. Trabalhos que buscam o engajamento e evitam atalhos.

Uma exposição surrealista onde a inovação e o engajamento existem no momento em que os visitantes abandonam o smartphone. Criatividade e inteligência com tecnologia.

Uma comunicação que mescla fantasia com realidade e inova, abrindo a porta para novas formas de contar histórias.

Um fotógrafo que encontra um artista e um apaixonado por cinema em narrativas fantásticas.

Um aplicativo que forma imagens surreais como resultado de um avanço no processo de desenvolvimento da inteligência artificial.

Um mundo onde, na verdade, surreal é você ficar preso à realidade.

 

INSPIRAÇÃO E REFERÊNCIA: GIZMODO E MASHABLE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s